Política

Vereadores se dão folga após aumentar vagas na Câmara

Imagem Vereadores se dão folga após aumentar vagas na Câmara

Apenas dois parlamentares apareceram no plenário nesta quarta-feira

Publicado em 28/09/2011, às 18h36        Daniel Pinto

Um dia após aprovarem o aumento de vagas na Câmara Municipal de Salvador, o que foi divulgado em primeira mão pelo Bocão News,os vereadores da capital baiana decidiram ficar bem longe dos “holofotes” da mídia. Apenas dois dos 41 parlamentares com assento na Casa marcaram presença no plenário Cosme de Farias nesta quarta (28). Coube ao 2º vice-presidente Isnard Araújo (PR) a missão regimental de anunciar que a sessão não seria aberta por falta de quórum.

O procedimento burocrático foi assistido por Marta Rodrigues (PT), funcionários do Legislativo e um “punhado” de jornalistas. Não foi apresentada justificativa razoável para a ausência da imensa maioria de vereadores. Nos bastidores do poder, o comentário era de que ninguém estava disposto a explicar porque o projeto que ampliou o número de vagas na Câmara foi aprovado tão rapidamente e sem nenhuma audiência pública.   

Levantamento feito pelo Bocão News mostrou que os dois novos vereadores vão custar aos cofres municipais R$ 3.830,400 por ano. Mesmo assim, Isnard Araújo sustenta que a mudança não vai ampliar os gastos da Casa. “É muito simples: temos um orçamento definido pela Lei Orgânica. O repasse será o mesmo de anos anteriores. Cabe ao Legislativo adequar-se a nova realidade sem nenhum tipo de despesa extra para a administração”.

A próxima sessão só acontece na segunda, dia 3 de outubro.  Até lá, os representantes do povo podem despachar nos gabinetes, visitar colégios eleitorais ou simplesmente descansar e curtir a folga com a família.

Foto: Edson Ruiz // Bocão News

Classificação Indicativa: Livre