Política

Alcindo descarta PDT e se aproxima do PT

Imagem Alcindo descarta PDT e se aproxima do PT

Nova legenda surge como opção, mas vereador terá que se submeter à disciplina partidária

Publicado em 03/10/2011, às 20h05        Daniel Pinto

O “namoro” de Alcindo da Anunciação com o PDT chegou ao fim. Em conversa com a reportagem do Bocão News, ele se mostrou descrente quanto à possibilidade de o partido ter candidato próprio à prefeitura de Salvador em 2012. Nesses termos, na avaliação de Alcindo, o PDT terá dificuldade para eleger novos vereadores na capital baiana. “O deputado Marcos Medrado está disposto a concorrer. Mas, com certeza, o partido não vai resistir à pressão da direção nacional. E sem candidato ao Thomé de Souza, será inviável me filiar à legenda”.

A novidade é que (além de PMDB, PV, PTN...) o Partido dos Trabalhadores se tornou uma alternativa para o vereador. “Recebi o convite”, admitiu. Entretanto, se sabe que o PT costuma ser “criterioso” quanto ao ingresso de novos “companheiros”. O prefeito João Henrique e o apresentador Raimundo Varela, por exemplo, não foram aceitos pela agremiação. Será que Alcindo da Anunciação tem o perfil adequado?

“Ele é um vereador aguerrido e combativo. Mas, o PT pratica o centralismo democrático e cobra fidelidade dos seus quadros. Caso seja aceito, o que será avaliado nesta terça (4), terá que se comprometer em respeitar o regimento do partido e não priorizar mais a carreira solo”, antecipou o vereador Moisés Rocha, membro do diretório municipal. O Bocão News insistiu e quis saber mais detalhe do processo e quais são as chances de “final feliz”. “O diretório é composto por 14 membros. Ultimamente, as novas filiações têm sido resolvidas de forma consensual, como foi o caso de Arnando Lessa. A possibilidade é que haja alguma abstenção, mas não há como prevê o desfecho final”.

Ao contrário de outros tempos, Alcindo - que também é chamado de “homem-bomba” e “Exu tranca pauta”, “pintou um quadro” positivo do Partido dos Trabalhadores. “O PT tem mudado no Brasil e na Bahia. Prova disso são as alianças com Fernando Collor, a família Sarney e os ex-carlistas. Não que tenha ligações com esses grupos, mas o diálogo é sempre importante na política. Eles abriram a mente e me parece que não haverá problema”.

Pelo visto, o “afilhado” do deputado federal Marcos Medrado já começou a deixar a barba crescer para compor o novo visual. 

Foto: Edson Ruiz/Bocão News

Classificação Indicativa: Livre