Política

Paulo Guedes indica economista Rubem Novaes para a presidência do Banco do Brasil

Folhapress

Ainda nesta quinta-feira (22), o presidente eleito analisará a indicação e deverá anunciar a sua decisão

Publicado em 22/11/2018, às 16h36    Folhapress    Redação BNews

A presidência do Banco do Brasil, durante o governo de Jair Bolsonaro (PSL), deverá ficar nas mãos do economista Rubem Novaes. O nome dele foi indicado pelo futuro ministro da Economia Paulo Guedes. Ainda nesta quinta-feira (22), o presidente eleito analisará a indicação e deverá anunciar a sua decisão.

Novaes esteve hoje na sede do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) em Brasília, onde funciona o gabinete de transição. Ele é PhD em Economia pela Universidade de Chicago (Estados Unidos), foi diretor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Para a presidência do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), Paulo Guedes definiu o pesquisador Carlos von Doellinger.

Classificação Indicativa: Livre