Política

Neto acusa Rui de enganar eleitores e penalizar servidores com aumento de alíquota da previdência

Divulgação/ Secom-PMS

"Depois da eleição, vemos tantas notícias negativas", criticou o prefeito

Publicado em 24/11/2018, às 13h59    Divulgação/ Secom-PMS    Redação BNews

O prefeito ACM Neto (DEM) afirmou neste sábado (24) que os eleitores estão se sentindo enganados após o governador reeleito Rui Costa (PT) anunciar que vai aumentar a alíquota da Previdência para servidores, como forma de cobrir o déficit de cerca de R$ 4,8 bilhões no fundo, previsto para 2019.

Segundo o democrata, Rui vai “penalizar os servidores públicos” com a medida. "O governador se reelegeu com uma enorme votação na Bahia e em Salvador. E, depois da eleição, vemos tantas notícias negativas, como o fechamento de escolas e o aumento da alíquota da Previdência. O eleitor se sente enganado com isso. E ele ainda quer que eu penalize a população de Salvador cortando linhas de ônibus em função do metrô. Claro que não aceitarei", declarou Neto, durante a inauguração de duas quadras e do início do programa Morar Melhor em localidades de Cajazeiras XI.

O governador confirmou na sexta (23) que a alíquota paga pelos funcionários do Estado subirá dos atuais 12% para 14%. Com isso, o petista espera diminuir o rombo da previdência, já que ele vem alto crescimento nos últimos 12 anos, enquanto a arrecadação do estado não teve o mesmo ritmo.

Além do aumento, Rui pretende extinguir estatais e antecipar os royalties do petróleo, como forma de dar fôlego ao caixa da previdência estadual.

Classificação Indicativa: Livre