Política

Após assinar requerimento, Elmar diz que CPI do Mais Médicos quer criar 'fato político'

Arquivo/ BNews

Para deputado, com o fim do ano chegando, será difícil montar a CPI

Publicado em 28/11/2018, às 12h16    Arquivo/ BNews    Bruno Luiz

Apesar de ter assinado o requerimento que pede a criação da CPI do Mais Médicos, o deputado federal Elmar Nascimento (DEM-BA) acredita que a Comissão Parlamentar de Inquérito vai servir apenas para criar um “fato político”.

Em entrevista ao BNews, o parlamentar atentou para o fato de que, em pleno final de ano, seria difícil a condução dos trabalhos de uma CPI. Com isso, as assinaturas obtidas para criar o colegiado esse ano não valeriam para o ano que vem.

“O que está sendo feito é mais um fato político. Do ponto de vista pragmático, é impossível montar uma CPI para valer nessa legislatura. Eu até disse ao Jerônimo [Goergen, deputado que começou a recolher as assinaturas] que assinaria, mas ele precisaria recolher de novo no ano que vem”, disse.

No entanto, Elmar defendeu a importância da CPI. “É uma coisa que precisa averiguar para ver se foi trabalho escravo e arrecadação de dinheiro para Cuba, como está sendo aventado”, afirmou. 

Além de Elmar, outros cinco deputados baianos assinaram o requerimento. Dois deles são base do governador Rui Costa (PT), casos de José Carlos Araújo (PR) e Cacá Leão (PP). Na oposição ao petista, assinaram Benito Gama (PTB), Antonio Imbassahy (PSDB) e Irmão Lázaro (PSC).

Classificação Indicativa: Livre