Política

Redução de ministérios tem baixo impacto no orçamento da União

Geraldo Magela/Agência Senado

Valor representa menos de 0,01% dos gastos com despesa de pessoal ao longo de 2018

Publicado em 26/05/2019, às 16h30    Geraldo Magela/Agência Senado    Redação BNews

A efetiva redução no número de ministérios com a aprovação da Medida Provisória 870, que reorganiza os órgãos e pastas do poder executivo, terá baixo impacto no orçamento da união. De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, o Ministério da Economia espera economizar R$ 20,5 milhões ao ano com a diminuição de 29 para 22 pastas feito pelo governo Bolsonaro. 

Este montante, segundo a publicação, representa menos de 0,01% dos R$ 316,7 bilhões gastos com despesa de pessoal ao longo de 2018. A MP 870 ainda precisa passar pelo Senado, e sua análise deve ser concluída até o dia 3 de junho - caso contrário ela perderá sua validade. 

De acordo com dados do Ministério da Economia, mesmo considerando o corte de 21 mil cargos, funções e gratificações feito após a diminuição do número de pastas, a economia não chega a 1%. A estimativa é gastar R$ 195 milhões ao ano, apenas 0,06% menos do que o gasto em 2018. A redução no número de ministérios foi uma promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro. A proposta original previa a manutenção de 15 pastas.

Classificação Indicativa: Livre