Política

Marco Feliciano defende Bolsonaro após vídeo de ato contra o Congresso: "Nada fez a não ser compartilhar"

Reprodução/ Redes Sociais

Deputado e pastor acrescentou ainda que é "natural" que apoiadores do presidente queiram protestar contra o que "acha errado"

Publicado em 28/02/2020, às 16h46    Reprodução/ Redes Sociais    Redação BNews

O deputado federal Marco Feliciano (sem partido) saiu em defesa de Jair Bolsonaro, após o presidente compartilhar vídeos conclamando uma manifestação contra o Congresso Nacional.

Segundo o pastor, Bolsonaro "nada fez a não ser compartilhar", e o fato de não ter publicado o vídeo em suas redes sociais, descarta a possibilidade do presidente ter convocado para o ato.

"O presidente nada fez a não ser compartilhar [vídeos de convocação para um ato no dia 15 de março] com um grupo privado de amigos. Ele não publicou em suas redes sociais, portanto, não convocou!", disse Feliciano à colunista Mônica Bérgamo, da Folha de S. Paulo.

Feliciano salienta que é "natural" que simpatizantes do governo Bolsonaro queiram protestar "contra aquilo que acha errado". Para o parlamentar, a intenção da Câmara dos Deputados e do Senado de tomarem partido da execução orçamentária, atrapalha a independência dos três poderes.

O deputado ainda acusa o "establishment" de inventarem uma "narrativa golpista" contra o presidente da República, ao alegar o seu ataque às instituições democráticas.

"Querem paz? Que comecem então a ter responsabilidade e parem de atacar as instituições republicanas", resume.

Classificação Indicativa: Livre