Política

Desafetação de 22 terrenos deve gerar R$ 110 milhões para Prefeitura de Salvador

[Desafetação de 22 terrenos deve gerar R$ 110 milhões para Prefeitura de Salvador]
19 de Maio de 2021 às 16:04 Por: BNews Por: Henrique Brinco

A Câmara de Salvador deve apreciar nas próximas sessões o projeto encaminhado pelo Executivo que visa desafetar 22 terrenos pertencentes à Prefeitura. De acordo com a Mensagem encaminhada pelo prefeito Bruno Reis (DEM), a ação "permitirá o desenvolvimento do potencial urbanístico e econômico de lotes hoje subutilizados". A desafetação inclui algumas áreas verdes em Ondina, Barra, Piatã e no Itaigara. 

O líder de governo, Paulo Magalhães Júnior (DEM), defende o projeto por acreditar que vai reforçar o caixa da gestão - sobretudo agora durante a pandemia da Covid-19. "Esse projeto é importantíssimo para a cidade neste momento de crises, um momento em que todo o caixa da prefeitura tem sido utilizado todo no combate à pandemia. Então, esse projeto vai gerar cerca de 110 milhões no caixa da prefeitura", declarou, em entrevista ao programa "BNews Agora", da Piatã FM.

"Com o recurso da primeira desafetação, foi construído o Hospital Municipal. E o outro, que gerou cerca de R$ 200 milhões, ajudou a construir o novo Centro de Convenções. São projeto importantíssimos que só foram realizados fruto deste esforço da prefeitura, que fez o dever de casa, ajustou as contas e utilizou esses recursos de áreas que não estavam sendo utilizadas", exemplificou.

A oposição, por sua vez, afirma que ainda não decidiu como se posicionar. "Vamos reunir, ainda estamos em análise", declarou a líder da bancada, vereadora Marta Rodrigues (PT), ao BNews. O projeto foi apresentado em abril, mas ainda não é consenso na Casa.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar