Política

Adversários históricos, Lula e FHC se encontram após afagos públicos: “muita democracia no cardápio” 

[Adversários históricos, Lula e FHC se encontram após afagos públicos: “muita democracia no cardápio” ]
21 de Maio de 2021 às 09:59 Por: Reprodução Por: Victor Pinto

Os ex-presidentes Lula (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB) se encontraram pessoalmente. O petista publicou o registro em sua conta oficial do Twitter: uma foto na qual ambos estão de máscaras e se cumprimentam. O fato acontece após os adversários eleitorais históricos desde a redemocratização do Brasil trocarem afagos através de declarações nas redes sociais e entrevistas. 

“A convite do ex-ministro Nelson Jobim, o ex-presidente Lula e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso se reuniram para um almoço com muita democracia no cardápio”, escreveu Lula na publicação feita nesta sexta-feira (21) pela manhã.

Em entrevista ao programa Conversa com Bial, na TV Globo, FHC afirmou que entre Lula e Bolsonaro (sem partido), votaria no petista numa disputa pela presidência da República. O tucano elogiou o antigo adversário. "Como pessoa, o Lula é sagaz. Desde que o conheci, fiquei admirado com a capacidade que ele tinha. Ele percebe na hora, e ele muda na hora também. Ele é rápido. Ele não precisa ler, ele percebe", disse.

Em uma postagem nas redes sociais, na quarta (19), Lula devolveu o afago e disse que "faria o mesmo" se o cenário eleitoral fosse entre Fernando Henrique e o atual presidente da República.

"Eu gostei da entrevista do FHC. Sempre tivemos uma disputa civilizada. Ele me conhece bem, conhece o Bolsonaro. Fico feliz que ele tenha dito que votaria em mim e eu faria o mesmo se fosse o contrário", escreveu o petista.

"Ele sempre foi um intelectual e sabe que não dá pra inventar uma candidatura", acrescentou o ex-presidente.

REAÇÃO - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reagiu a troca elogios entre Lula e FHC e chegou a sugerir que financiaria o MST para invadir uma fazenda do ex-presidente tucano

"O campo não podia mais continuar em guerra como vimos até antes do governo Temer. O próprio PT, no governo Lula e Dilma, foram recordistas em invasões de terra. Até no governo FHC também existia isso. Até teve uma passagem bastante notória naquele momento que invadiram a fazenda do Fernando Henrique Cardoso. Esse FHC que está dizendo agora que vai votar no Lula. Olha a cara de pau. Esse cara de pau FHC dizendo que agora vai votar no Lula. Dá uma vontade de soltar um dinheirinho para o MST da região da fazenda do FHC para o pessoal invadir de novo lá, quem sabe ele aprenda", disse Bolsonaro.

Na livre da semana, Bolsonaro não poupou Lula e o chamou de  "ladrão de nove dedos" e vociferou que "onde tem PT, tem roubo".

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar