Política

CPI da Covid: Empresário confirma pedido de propina em compra de vacina

Edilson Rodrigues/Agência Senado

Luiz Paulo Dominguetti, representante comercial da empresa Davati Medical Supply, é ouvido na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid nesta quinta (1º)

Publicado em 01/07/2021, às 10h49    Edilson Rodrigues/Agência Senado    Redação BNews

O representante comercial da empresa Davati Medical Supply, Luiz Paulo Dominguetti, confirmou a denúncia de que recebeu um pedido de propina do então funcionário do Ministério da Saúde Roberto Ferreira Dias.

A reafirmação, após reportagem do jornal Folha de S. Paulo revelando a denúncia, foi feita em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid que teve início na manhã desta quinta-feira (1º).

De acordo com o representante comercial, Roberto Dias exigia US$ 1 por dose de vacina comprada. O valor sugerido para cada uma das 400 milhões de doses da Oxford/AstraZeneca oferecidas pela intermediária seria de US$ 3,50.

Classificação Indicativa: Livre