Política

Roberto Jefferson acusa Rui e Neto de comprarem desembargadores e diz que quer João Roma no PTB

[Roberto Jefferson acusa Rui e Neto de comprarem desembargadores e diz que quer João Roma no PTB]
10 de Julho de 2021 às 11:52 Por: Agência Brasil Por: Redação BNews

Condenado pelo Mensalão, o presidente nacional do PTB e bolsonarista ferrenho, Roberto Jefferson gravou um vídeo em que acusa o governador Rui Costa (PT) e o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, de fazerem um "jogo de cumplicidade" na Bahia. Segundo o petebista, eles perseguem adversários e compram desembargadores para controlar o judiciário.

Jefferson se referiu a ACM Neto como o 'netinho da vovó' e diz que Rui preside o Consórcio do Nordeste que é "uma vergonha". 

Atualmente, o ex-secretário de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa, é acusado de participar da organização criminosa que atuava no Tribunal de Justiça da Bahia em um esquema de venda de sentenças, que é investigado pela Operação Faroeste.

Roberto Jefferson aproveitou para manifestar publicamente o seu desejo de levar o atual ministro da Cidadania, o deputado federal licenciado João Roma, para o PTB, para que ele represente o partido na briga pelo Palácio de Ondina em 2022.

"É preciso enfrentar as duas placas tectônicas, Rui Costa, do PT, e 'Netinho da Vovó', do DEM. Eles fazem um jogo de cumplicidade, como houve em São Paulo a vida toda, com Lula e FHC, PT e PSDB, esse jogo se dá na Bahia entre DEM e PT. Uma hora é um, outra hora é outro, tudo ali é um faz de contas para os dois grupos terem na mão o poder na Bahia", diz Roberto Jefferson no vídeo.

"Temos que buscar o caminho novo [...] temos uma sugestão e vou defender de coração. Quero colocar no PTB o deputado João Roma, ministro do estado, para lançá-lo candidato ao governo da Bahia, é o caminho", completa o ex-deputado.

Segundo o presidente nacional do PTB, Roma tem total condição de conquistar um eleitorado "mais ao centro" e ir além do 1/3 que na sua visão seria o eleitorado bolsonarista baiano que caminharia com o atual ministro, eleito pelo Republicanos.

Até o momento, a eleição na Bahia parece dividida entre Jaques Wagner, senador e ex-governador que deve representar o PT na disputa, e o ex-prefeito ACM Neto, neto do ex-governador Antonio Carlos Magalhães, mas João Roma vem cada vez mais se movimentando e articulando a sua candidatura no interior.

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar