Política

Apoio declarado a André Mendonça no Senado diminui, diz jornal

Reprodução/Marcos Oliveira/Agência Senado

A sabatina do segundo indicado do presidente Jair Bolsonaro ao STF na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado ainda não tem data para acontecer

Publicado em 30/08/2021, às 08h27    Reprodução/Marcos Oliveira/Agência Senado    Redação BNews

O ex-advogado-geral da União André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para o Supremo Tribunal Federal (STF), vê o número de senadores favoráveis ao seu nome diminuir em meio a uma crise institucional entre poderes.

De acordo com informações do Placar do Estadão, do jornal Estado de São Paulo, atualmente, 23 parlamentares se declaram favoráveis à indicação de Mendonça, três a menos que em julho - quando 26 endossaram o ex-AGU.

O indicado de Bolsonaro precisa de ao menos 41 votos para ser aprovado. Também segundo a publicação, 54 senadores preferiram não responder a enquete realizada nos últimos cinco dias e dois se posicionaram contra o nome de Mendonça. 

No grupo dos que não responderam estão todos os petistas, além de aliados do Planalto, como representantes do Centrão, e até o filho do presidente, senador Flávio Bolsonaro (Patriota).

Na comparação com o levantamento anterior, os senadores Romário (PL), Izalci Lucas (PSDB), Marcos do Val (Podemos), Antonio Anastasia (PSD) e Chico Rodrigues (DEM) - que se declararam favoráveis ao nome de Mendonça em julho - preferiram não responder desta vez.

O vice-presidente da CPI da Pandemia, Randolfe Rodrigues (Rede), que havia se declarado indeciso, disse agora que votará contra. Já outros três senadores – Carlos Viana (PSD), Marcos Rogério (DEM) e Oriovisto Guimarães (Podemos) – que também estavam no grupo dos indecisos afirmaram que vão aprovar Mendonça.

A sabatina de Mendonça na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado ainda não tem data para acontecer. 

Notícia Relacionadas

Indicado por Bolsonaro ao STF, André Mendonça aguarda há mais de um mês para ser sabatinado

Relembre falas e ações de André Mendonça, indicado ao STF, contra críticos de Bolsonaro

Classificação Indicativa: Livre