Política

Presidente do Sindicato dos Rodoviários descarta greve por causa de impasse envolvendo ex-funcionários da CSN

BNews

Hélio Ferreira disse ao BNews que espera ser atendido pelo prefeito para tratar do assunto

Publicado em 20/11/2021, às 16h31    BNews    Rafael Albuquerque

O vereador, presidente da Comissão de Transportes da Câmara e presidente do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, Hélio Ferreira (PCdoB) falou ao BNews sobre o protesto de parte da categoria marcado para esta terça-feira (23), na entrada da Estação da Lapa: "O prefeito não atendeu a gente ainda. Esperanmos que ele atenda, pois precisamos da ajuda do prefeito para vender esses terrenos das garagens para homologar os trabalhadores". 

Leia também:

"Estamos lutando contra um governo racista", diz Aladilce Souza sobre Bolsonaro em manifestação pela consciência negra
APLB terá audiência com SSP para pedir que Estado reveja intimação de professora do Thales de Azevedo

Questionado pelo BNews sobre possibilidade de greve, o vereador descartou: "Não há possiiblidade de greve geral porque essa situação não é com as outras empresas, é só com a antiga CSN. Mas haverá muita luta e muito protesto, com possibilidade de fechamento de estações, assembleia nas estações, passeatas e manifestações até resolver". 

Presente na manifestação contra o presidente Bolsonaro, que aconteceu na tarde deste sábado (20), Ferreira explicou a real situação de parte dos trabalhadores demitidos da CSN: "Temos mais de 800 trabalhadores que ainda não começaram a trabalhar, que não foram aproveitados ainda. Os trabalhadores precisam muito dessa homologação para manter a sobrevivência. Vamos fazer essa manifestação na terça-feira, às 10h, e se não resolver o problema vamos fazer outros protestos até que isso seja resolvido".

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter.

Classificação Indicativa: Livre