Política

Colbert Martins garante que bancada do PMDB está unida

Imagem Colbert Martins garante que bancada do PMDB está unida

Os três parlamentares federais prometem votar em favor da redistribuição dos royalties

Publicado em 25/01/2013, às 11h57        Luiz Fernando Lima (twitter: @limaluizf)


O deputado federal Colbert Martins (PMDB) participou do almoço de apoio à candidatura do correligionário Eduardo Henrique Alves à presidência da Câmara Federal nesta quinta-feira (24), no restaurante Barbacoa. O parlamentar de Feira de Santana faz coro com os colegas de bancadas que acreditam na possibilidade de o Congresso Nacional retomar o protagonismo político.

Sobre a decisão da liderança da bancada do PMDB – Colbert e Lúcio Vieira Lima apóiam Eduardo Cunha, Arthur Maia declarou apoio a Sandro Mabel -, o feirense não acredita que haja possibilidade de o partido “rachar” em função de divergências pontuais.

Questionado sobre o alinhamento de Cunha, que é do Rio de Janeiro, com as medidas que impedem a redistribuição dos royalties, Colbert foi enfático. “Eu, Lúcio Vieira Lima e o Arthur Maia vamos votar em favor da Bahia. Este é um compromisso nosso. Não existe possibilidade de o partido fechar questão ou cois do tipo”.

Preocupado com a situação alarmante nas áreas da Saúde e Segurança, Colbert defende a priorização destes assuntos na pauta. O peemedebista questiona a facilidade para investimento nos Programas de Aceleração de Crescimento (PAC) frente à urgência de investimentos robustos na área da Saúde.

“O (des)financiamento da saúde é algo grave que precisa ser visto como prioridade. É preciso que isso aconteça de forma imediata. A violência no Brasil tem que ser combatida. Tem que ter uma proposta e uma intervenção do governo federal. O terceiro ponto é a impositividade do orçamento e de investimento”.

Colbert ressalta que ano após ano os investimentos previstos no orçamento não são executados, o que provoca “um restos a pagar que ninguém controla”. Nós estamos defendendo a impositividade de financiamento público nestas áreas de Saúde, Educação e Infraestrutura.


Nota originalmente postada às  17h30 do dia 24

Classificação Indicativa: Livre