Política

Vereadores aprovam reforma tributária proposta por ACM Neto

Votação na Câmara de Salvador invadiu a madrugada desta quinta-feira (6)

Publicado em 06/06/2013, às 12h40        Marivaldo Filho (Twitter: @marivaldofilho)

A Câmara Municipal de Salvador aprovou na madrugada desta quinta-feira (6) os projetos de lei 160/2013 e 161/2013, que tratam da reforma tributária do município. O projeto 160/2013 foi aprovado por 29 votos favoráveis e 12 contrários e o PL 161/2013 por 40 votos a favor e dois contrários. O Projeto 160/2013 teve 123 artigos e 75 emendas. Já o  Projeto de Lei 161/2013 teve 13 artigos e três emendas.
Depois que as emendas foram incorporadas ao projeto original, no primeiro minuto desta quinta-feira, a sessão ordinária foi transformada em extraordinária para a continuação do processo de votação.
Já na votação do Projeto de Lei 161/2013, com 13 artigos e três emendas de autoria do vereador Edvaldo Brito (PTB), não houve obstruções da bancada da oposição. Com o acordo, a apreciação em plenário ocorreu de forma mais rápida.
O vereador Joceval Rodrigues (PPS), líder da bancada do governo, comemorou o resultado da votação. “Com essa aprovação, quem ganha é Salvador. Será muito importante para a nossa cidade. A reforma tributária não aumentará os impostos para a população e será fundamental para que a cidade melhore, significativamente, a sua arrecadação”, festejou.
Já para o líder do bloco oposicionista, o vereador Gilmar Santiago (PT), apesar da derrota, os vereadores da bancada acabaram a votação de cabeça erguida.
“Chegamos ao final do debate com a consciência tranquila de que procuramos sempre fazer o debate. Ao contrário do que muita gente falou, não fazemos uma oposição irresponsável. Saímos derrotados, mas de cabeça erguida”, afirmou o líder da bancada da oposição, Gilmar Santiago (PT).

Publicada às 2h50

Classificação Indicativa: Livre