Política

Servidores municipais decretam greve por tempo indeterminado

Imagem Servidores municipais decretam greve por tempo indeterminado

A decisão de interromper os trabalhos foi tomada depois da gestão municipal oferecer um reajuste de 2%

Publicado em 10/06/2013, às 11h08        Redação Bocão News (@bocaonews)

Durante assembleia realizada no Campo Grande, na tarde da última quinta-feira (6), os servidores públicos municipais decretaram greve por tempo indeterminado. A paralisação comçeou nesta segunda-feira (7) e, segundo o sindicato da categoria, atinge 70% de todas as categorias, pois a lei obriga o funcionamento de, pelo menos, 30% dos serviços considerados essenciais.

A decisão de interromper os trabalhos foi tomada depois da gestão municipal oferecer um reajuste de 2% retroativo a maio e 3,84% a partir de janeiro de 2014. Os servidores solicitam 15% de reajuste, além de plano de saúde e melhores condições de trabalho, entre outras demandas específicas.



“Nossa nova contraproposta foi reajuste de 15%, dividido em três parcelas (maio, outubro e dezembro), plano de carreira, assistência à saúde e o atendimento de um ponto específico de cada categoria. Ao cessar todos os canais de negociação, nesta manhã, decretamos greve e comunicaremos oficialmente, ainda hoje, à Prefeitura. Os servidores não precisam se preocupar com a questão dos dias não trabalhados, pois a primeira coisa a ser negociada é o ponto dos trabalhadores”, disse o diretor do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps), Everaldo Braga.

A greve foi decidida na sede da Secretaria Municipal de Gestão (SEMGE), depois da categoria ficar à espera da contraproposta do governo, que não foi apresentada. Eles decidiram também realizar uma grande caminhada hoje, às 9h, do Campo Grande à Praça Municipal, em protesto pela falta de valorização por parte da Prefeitura.

Publicada no dia 09 de junho de 2013, às 08h00


Classificação Indicativa: Livre