Política

Afonso Florence diz que metrô era ‘calça curta’ quando obras estavam sob comando de ACM Neto

Reprodução/YouTube
Secretário da Casa Civil afirmou que o transporte só passou a rodar por causa de Governo da Bahia  |   Bnews - Divulgação Reprodução/YouTube
Lara Curcino

por Lara Curcino

[email protected]

Publicado em 14/06/2024, às 11h25



O secretário da Casa Civil do Governo da Bahia, Afonso Florence (PT), direcionou farpas ao vice-presidente do União Brasil, ACM Neto, durante a cerimônia de assinatura do início das obras do VLT de Salvador, nesta sexta-feira (14).

Ao comentar sobre o metrô da capital baiana, Florence - à época das obras secretário estadual de Desenvolvimento Urbano - disse que precisou tomar a responsabilidade de construção do transporte das mãos do então prefeito - Neto - para que o sistema de mobilidade deixasse de ser “calça curta” e fosse colocado para funcionamento.

“Eu vou traçar o histórico, quando ainda era o antigo metrô, com a calça curta, que era gerido por outro grupo político. Nós compramos os trens para ajudar o município a colocar o metrô para rodar. Eu era secretário da Sedur, eu assinei. E eles não colocaram o metrô para rodar. Então o Governo do Estado assumiu a responsabilidade, colocou o transporte para funcionar, e hoje é esse sucesso”, provocou o petista.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp