Política

Bolsonaro dispara contra ambientalistas por não cobrar atitudes do governo Lula; entenda

Marcos Corrêa / PR
Bolsonaro usou as redes sociais para falar sobre o assunto  |   Bnews - Divulgação Marcos Corrêa / PR

Publicado em 24/06/2024, às 17h59   Luana Neiva



O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) usou as redes sociais para disparar contra os defensores do meio ambiente, a quem chamou de “eCUlogistas”, por não cobrar providências ao governo Lula (PT) em relação as queimadas em áreas de vegetação no Brasil.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp

“Pelo jeito os ‘doutô’ e os eCUlogistas [sic] só vão exigir providências e explicações aos CUmpanheiros [sic] quando a floresta virar pó e então vão cheirá-la toda, o que não está longe de acontecer”, descreveu ele no X. 

Conforme e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), os focos de incêndio na Mata Atlântica aumentaram 47,7% no Brasil. O número subiu de 2.536 para 3.746. Já em relação ao Pantanal, os números subiram de 167, de 1º de janeiro a 23 de junho de 2023, para 3.262 no mesmo período de 2024.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp