Política

Bolsonaro e Mourão explodem gastos no cartão corporativo em 2022

Valter Campanato/Agência Brasil

Despesas do presidente aumentaram mais de R$ 2 milhões em relação ao ano passado; já as do vice mais que dobraram

Publicado em 12/05/2022, às 07h34    Valter Campanato/Agência Brasil    Redação

O presidente Jair Bolsonaro (PL) e Hamilton Mourão (Republicanos) explodiram os gastos no cartão corporativo. Entre janeiro e maio deste ano, Bolsonaro gastou R$ 8,8 milhões, R$ 2,1 milhões a mais que no mesmo período do ano passado. Já o cartão do vice Hamilton Mourão, saltou de R$ 249 mil entre janeiro e maio de 2021, para R$ 531 mil este ano, conforme dados do Portal da Transparência.

O cartão corporativo funciona como uma espécie de cartão de crédito, que tem como finalidade “atender a despesas de pequeno vulto; despesas eventuais, inclusive em viagens e com serviços especiais, que exijam pronto pagamento; e despesas em caráter sigiloso”.

De acordo com dados do Portal da Transparência é possível perceber que há uma tendência de crescimento nos gastos com cartão corporativo ao longo dos quatro anos do mandato, sempre no primeiro semestre dos anos.

Em 2019, o presidente gastou R$ 4,8 milhões no período; em 2020, R$ 7,9 milhões; em 2021, R$ 6,7 milhões; em 2022, R$ 8,8 milhões. Já Mourão gastou R$ 219 mil entre janeiro e maio de 2019; R$ 260 mil em 2020; R$ 249 mil em 2021 e R$ 531 mil em 2022. Informações sobre o tipo de compra realizada pelo presidente e vice são sigilosas.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre