Política

Bolsonaro elogia operação que deixou 24 mortos no RJ

Folhapress

A operação da Polícia Militar e do Bope teve como objetivo prender líderes do Comando Vermelho. Pelo menos 24 pessoas morreram

Publicado em 25/05/2022, às 08h56    Folhapress    Redação

O presidente Jair Bolsonaro (PL) usou o Twitter para parabenizar a ação da Polícia Militar, na região Vila Cruzeiro, Rio de Janeiro, que deixou cerca de 24 mortos

Em uma das publicações, o presidente escreveu: “Parabéns aos guerreiros do Bope e da Polícia Militar do Rio de Janeiro, que neutralizaram pelo menos 20 marginais ligados ao narcotráfico em confronto, após serem atacados a tiros durante operação contra líderes de facção criminosa”, escreveu o mandatário. 

Bolsonaro ainda lamentou “pela vítima inocente”, uma mulher de 41 anos, moradora da comunidade da Chatuba, comunidade vizinha, que foi atingida por bala perdida dentro de casa. 

A ação policial foi autorizada após a movimentação dos criminosos da Vila Cruzeiro para a Rocinha, na madrugada desta quarta-feira (25), informou o Ministério Público. Já a Polícia Militar informou que constatou aumento de lideranças criminosas de outros estados em comunidades do Rio devido decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que limita as operações policiais em comunidades no estado, segundo o coronel Luiz Henrique Marinho. 

Mortos: Patrick de Andrade da Silva, Geovane Ribeiro dos Anjos, Maycon Douglas Alves Ferreira da Silva, Carlos Henrique Pacheco da Silva, Leonardo dos Santos Mendonça, Marcelo da Costa Vieira Sebastião Teixeira dos Santos, André Luiz Filho, Gabrielle Ferreira da Cunha, Roque de Castro Pinto Júnior. 

Classificação Indicativa: Livre