Política

Bruno Dauster também é alvo de operação da PF sobre desvios de respiradores

Elói Corrêa/GOVBA

A operação investiga supostos desvios de dinheiro público na compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste

Publicado em 26/04/2022, às 09h37    Elói Corrêa/GOVBA    João Brandão

Ex-secretário da Casa Civil do governo da Bahia, Bruno Dauster também foi um dos alvos da operação que investiga supostos desvios de dinheiro público na compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste, conforme apuração do BNews.

Outro alvo foi o empresário Cleber Isaac Ferraz Soares, que intermediou a transação entre a Hempcare e Biogeoenergy. Neste caso, os policiais foram na sua residência, situado na Mansão Victory Tower, no Corredor da Vitória, em Salvador. 

Dauster foi afastado do governo Rui após denúncias que levaram à operação Ragnarok, que investiga a compra de respiradores para o tratamento de infectados pelo coronavírus.

Os investigadores cumprem busca e apreensão contra empresários, laranjas e lobistas envolvidos no suposto esquema. O caso tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ) porque o governador da Bahia, Rui Costa (PT), presidente do consórcio à época dos fatos, é investigado por ter dado autorização à aquisição dos aparelhos, que nunca foram entregues. O petista já negou irregularidades na sua atuação.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre