Política

Direto de Brasília: Base do governo fecha acordo para votar PLP da reforma tributária sem destaques, mas oposição recua

Marcelo Camargo / Agência Brasil
Apreciação do mérito acontece nesta quarta (10)  |   Bnews - Divulgação Marcelo Camargo / Agência Brasil
Lara Curcino

por Lara Curcino

[email protected]

Publicado em 10/07/2024, às 15h10



A base governista na Câmara dos Deputados havia fechado acordo para votar o projeto de lei que regulamenta a reforma tributária sem destaques, nesta quarta-feira (10), mas a oposição voltou atrás no acerto.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp

O acordo havia sido confirmado ao BNews, mais cedo, pelo líder do PT na Câmara, Odair Cunha (MG), e pela vice-líder Erika Kokay (DF). Segundo eles, o assunto já estava pacificado.

Horas depois, porém, o deputado Rodolfo Nogueira (PL-MS) afirmou ao BNews que não há acordo e que ele vai apresentar em breve um destaque para que a carne seja incluída entre os itens com imposto zero, medida já acertada entre os membros da oposição.

O texto do relator Reginaldo Lopes (PT-MG) não inclui carne, frango e ovo entre os itens da cesta básica, que não serão tributados. Esses produtos terão imposto reduzido em 60% e cashback no cartão social para pessoas inscritas no CadÚnico.

Tentativa de adiamento

O requerimento de urgência para o projeto de lei que regulamenta a reforma tributária foi aprovado na terça (9) e a votação do mérito acontece nesta quarta (10). A oposição apresentou requerimento pata que a apreciação fosse adiada, mas não obteve êxito.

A minoria protesta contra a exclusão das proteínas da cesta básica e alegam que não houve tempo hábil para que a reforma fosse estudada e discutida. Isso porque o relatório final de Reginaldo, com cerca de 500 páginas e que trouxe mudanças importantes, foi apresentado nesta quarta (10), mesmo dia da votação.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp