Política

Eduardo Leite pede ajuda a governo Lula para pagar salários de servidores

Reprodução/ Redes Sociais
O governador gaúcho revelou ainda que terá uma reunião com parlamentares do Estado no Congresso para intermediar o diálogo  |   Bnews - Divulgação Reprodução/ Redes Sociais
Daniel Serrano

por Daniel Serrano

[email protected]

Publicado em 03/06/2024, às 12h25



O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), pediu, na manhã desta segunda-feira (3), uma ajuda do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para quitar parte dos salários no estado. A medida seria uma forma de evitar demissões, em meio a tragédia vivida pelo Estado.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp 

"Sobre benefício de manutenção de emprego e renda, é essencial que venha nos próximos dias algum tipo de ação do governo federal. Isso ainda não foi endereçado, e nós temos muito receio sobre o que possa significar em demissões que são evitáveis, a não ser que o governo federal entre em campo para garantir o pagamento de parte dos salários", disse Leite.

O governador gaúcho disse ainda que terá uma reunião com parlamentares do Estado no Congresso Nacional para tratar do auxílio a essa medida. Leite revelou ainda que o Rio Grande do Sul deve ter uma perda de arrecadação de R$ 10 bilhões.

"O governo do estado e as prefeituras terão uma queda de arrecadação nos meses de maio, junho, julho e agosto que vai ser muito forte. A gente projeta uma perda de arrecadação que pode chegar aos 10 bilhões de reais para o estado até o final do ano", disse.

 De acordo com o último boletim divulgado pela  Defesa Civil do Rio Grande do Sul nesta segunda-feira (3), 172 pessoas morreram por conta das fortes chuvas, além de 806 feridos e 42 pessoas ainda desaparecidas.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp