Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Educação

Santo Amaro: UFRB pede "esforço político" para impedir instalação de empresa química em terreno doado à universidade

[Santo Amaro: UFRB pede "esforço político" para impedir instalação de empresa química em terreno doado à universidade]
27 de Julho de 2020 às 08:59 Por: Reprodução Por: Redação BNews

A notícia da instalação de uma fábrica de produtos químicos em terreno que pertence à Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, em Santo Amaro, pegou, de surpresa, a instituição de ensino. Em nota divulgada neste domingo (27), o reitor da universidade Fábio Josué Souza dos Santos afirma que, em nenhum momento, a UFRB foi convidada para algum diálogo ou sequer informada sobre as pretensões da prefeitura em relação ao local. Além disso, a reitoria pediu aos vereadores e ao prefeito Flaviano Bonfim (PP) que façam um "esforço político" para que um campus universitário seja instalado no local.

Nos últimos dias, a gestão municipal informou que no terreno em questão poderá ser instalada uma fábrica da Orbi Química, empresa que fabrica produtos de limpeza automotiva, álcool, solventes e resinas de cola. Nesta segunda-feira (27), a Câmara Municipal de Santo Amaro decidirá, em sessão, o futuro do terreno. O músico Caetano Veloso e a deputada federal Lídice da Mata (PSB), além de outras autoridades, pediram que os vereadores reprovem a proposta do Executivo municipal.

A nota da UFRB explica que a universidade recebeu a doação do terreno onde localizava-se a antiga sede da Fundição Tarzan, em dezembro de 2012, cuja escritura pública de doação está em poder da instituição. A área foi cedida pelo então prefeito Ricardo Machado para a instalação do Campus Universitário de Santo Amaro.

De lá para cá, várias tratativas foram realizadas, incluindo diálogos com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), para a elaboração do projeto executivo de implantação do campus, no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC das Cidades Históricas.

Atualmente, a UFRB aguarda disponibilização de recursos para implantação do projeto que dará início à obra considerada "grandiosa", e que trará grandes beneficios para o municipio e se revela fundamental para a expansão da UFRB em Santo Amaro.

Em Santo Amaro, a UFRB oferta seis cursos de graduaçao e três cursos de pós-graduação. Conta com 74 docentes, 25 servidores técnicos administrativos e 17 colaboradores terceirizados. A projeção aponta para o atendimento de 1.500 estudantes, quando da implantação definitiva do campus.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso