Eleições 2020

Sem Lula e caciques do PT, Neto e Bruno podem reinar sozinhos na Lavagem do Bonfim

[Sem Lula e caciques do PT, Neto e Bruno podem reinar sozinhos na Lavagem do Bonfim]
Por: Divulgação Por: Henrique Brinco e Juliana Nobre 0comentários

A Lavagem do Bonfim, realizada esse ano no dia 16 de janeiro, é sempre o termômetro da política em ano de eleição. Postulantes e caciques de diversos espectros ideológicos, inclusive os que não são católicos, utilizam o cortejo religioso para aparecer e fazer campanha. Em 2020, a tendência é que o pré-candidato do DEM, Bruno Reis, "reine" sozinho com ACM Neto uma vez que o PT poderá não contar com a presença de figuras ilustres. A sigla também não definiu quem entrará na corrida pela Prefeitura de Salvador.

A primeira grande baixa é a confirmada ausência do ex-presidente Lula, que era aguardado com grande expectativa pela militância local. Segundo o presidente estadual Éden Valadares, uma série de agendas em São Paulo foi marcada por conta da posse do Diretório Nacional do PT, realizada no dia seguinte (17). "Lula não estará pessoalmente, mas sim no peito, na cabeça e na voz da nossa militância que seguirá defendendo Lula Livre, Lula Inocente, Lula Presidente!", escreveu, nas redes sociais.

Já o governador Rui Costa (PT) também é dúvida - ele se recupera de uma cirurgia. Ele recebeu alta médica nesta terça-feira (7) após ser submetido a um procedimento para retirada de nódulo na mama. Ele se encontra em Salvador e retornará às atividades somente após liberação da equipe médica.

O senador Jaques Wagner (PT), por sua vez, fez uma cirurgia oftalmológica simples na última segunda-feira. A assessoria de imprensa dele informou ao BNews que somente na próxima semana fará avaliação e autorizará ou não a participação dele no cortejo.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas