Política

Governo Lula não vai apoiar PL do aborto, garante ministro

Divulgação
Ministro Alexandre Padilha conversou com a imprensa sobre o tema, nesta sexta-feira (14)  |   Bnews - Divulgação Divulgação

Publicado em 14/06/2024, às 16h09   Cadastrado por Carolina Papa



O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não vai apoiar o PL que equipara o aborto após a 22 semanas a homicidio. É o que afirma o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, nesta sexta-feira (14), à imprensa. 

“O governo do presidente Lula, até atendendo solicitações de lideranças religiosas, de parte da sociedade, sempre disse que nunca ia fazer nada para mudar a legislação atual do aborto no país. Nunca faria nenhum gesto, nenhuma ação para mudar a legislação de interrupção da gravidez no país”, afirmou Padilha.

Nesta semana, as discussões sobre o PL do aborto ganharam força. Na quinta-feira (14), o regime de urgência para tratar a proposta foi aprovado em tempo recorde pelo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira. 

Com as negativas em torno do PL, é esperado que o texto seja apreciado em julho. 

“Não contem com o governo para mudar a legislação de aborto no país, ainda mais para mudar para um projeto que estabelece que a mulher estuprada vai ter uma pena duas vezes mais do que o estuprador. Não contem com o governo para essa barbaridade”, acrescenta o ministro. 

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp