Política

Guedes diz que reajuste “de até 5%” a servidores é possível este ano

Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Declaração veio durante o Fórum Econômico Mundial em Davos. Guedes porém, afirma que perdas aconteceram no mundo inteiro

Publicado em 25/05/2022, às 08h26    Marcelo Camargo/ Agência Brasil    Redação

Na contramão do recuo do presidente Jair Bolsonaro (PL), o ministro da Economia, Paulo Gudes, disse que o reajuste de até 5% aos servidores públicos, ainda este ano, era o único possível dentro do Orçamento. 

Segundo informações da Metrópoles, em entrevista a jornalistas no Fórum Econômico Mundial em Davos, no qual representa o Brasil, Guedes disse que Bolsonaro até gostaria de dar o reajuste aos policiais, mas isso seria “visto como aliciamento”. “Você pode até dar alguma coisa, mas esquece o que ficou para trás. Perdas acontecem. Todo mundo perdeu no mundo inteiro. Daqui para frente, é preciso manter? A inflação acumulada neste ano é de 5% até agora. É possível repor o funcionalismo deste ano? Sim, é possível, até 5% dá. É por lei, em ano eleitoral, você só pode dar até a inflação e linear”, explicou o titular da Economia.

A possibilidade do reajuste também já foi afirmada por Bolsonaro, mas ainda nada foi tirado do papel, pois, segundo ele, desagrada todo mundo. ""Parece que desagrada a todo mundo [conceder o reajuste de 5%]. Alguns falam, então dá zero. Não pode fazer isso aí, tem muita gente que se for nessa linha, 5% interessa a eles. Nós dois últimos meses a inflação passou de 3%, o negócio está pegando pesado para todo mundo", disse Bolsonaro. ", disse o presidente em entrevista à rádio Metrópole FM, de Cuiabá (MT), em abril deste ano. 

O Orçamento da União para este ano, porém, só tem reservado para aumento salarial de servidores o valor de R$ 1,7 bilhão. Com isso, a administração pública teria que remanejar recursos de outras áreas para bancar o reajuste linear para todas as categorias do funcionalismo federal.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão

Classificação Indicativa: Livre