Política

Reaproximação de Negromonte Júnior e Bruno Reis pode dificultar indicação de procuradora para conselheira do TCM

Reprodução
Circula informação de que esposa do deputado poderia assumir vaga de Mário Negromonte após aposentadoria na Corte de Contas  |   Bnews - Divulgação Reprodução
Cíntia Kelly

por Cíntia Kelly

[email protected]

Publicado em 08/07/2024, às 22h28



O Ministério Público de Contas vai indicar o nome para próxima vaga de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM.

A vacância acontecerá quando da aposentadoria de Mário Negromonte, em julho de 2025, quando completará 75 anos. Corre a boca pequena ( e a grande também) que o conselheiro vai tentar emplacar para a sua vaga Camila Vasquez, procuradora da instituição. Ela é casada com o deputado federal Mário Negromonte Júnior, presidente estadual do PP.

Não sem razão, Negromonte Júnior vem tentando se equilibrar entre manter o PP na base do governador Jerônimo Rodrigues e deixar o partido apoiar, por exemplo, a tentativa de reeleição do prefeito Bruno Reis, num intuito de não desagradar ala pepista que não quer retomar aliança com o governo petista.

A proximidade com o governo petista seria uma garantia de ter o aval para a indicação de Vasquez para conselheira do TCM.

Apesar da engenhoca política montada pelo pepista, a presença dele neste final de semana em Curaçá ao lado de Bruno Reis, e de outros pepistas favoráveis ao distanciamento entre a sigla e o governo petista fizeram a candidatura de Vasquez subir no telhado, segundo fontes ouvidas pelo BNews.

Pelo sim pelo não, Negromonte Júnior ainda tem um tempinho pela frente para tentar reverter a situação.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp