Política

VÍDEO: Vice-líder do MDB diz ser a favor da taxação de 20% de compras de importados: 'Temos que pensar nas empresas brasileiras'

Humberto Sampaio/BNews
Senador também opinou sobre o projeto Mover, que foi aprovado nesta quarta-feira  |   Bnews - Divulgação Humberto Sampaio/BNews

Publicado em 05/06/2024, às 19h17 - Atualizado às 19h28   Victória Valentina e Humberto Sampaio, direto de Brasília



O senador Marcelo Castro (MDB-PI), vice-líder da sigla no Senado, disse ser a favor da taxação de 20% sobre compras internacionais de até US$ 50. Em conversa com o BNews, o político disse que é necessário "pensar nas indústrias brasileiras". O destaque foi aprovado nesta quarta-feira (5). 

"Eu sou favorável, levando em consideração que o valor era muito superior e havia proposta de até 100%. Chegou ao número de 60%, e, no final, em uma negociação com o Governo, com o Executivo, chegou ao valor de 20%. É claro que quem está comprando não quer pagar imposto nenhum, mas temos que pensar nas empresas brasileiras, nas indústrias brasileiras que geram emprego, geram renda e quantas pessoas não dependem disso para sobreviver", iniciou o senador.

Castro também disse ser a favor do projeto Mover (Programa Mobilidade Verde e Inovação), cujo objetivo é reduzir as taxas de emissão de carbono da indústria de automóveis até 2030. O projeto também foi aprovado nesta tarde.

"Eu sou a favor do projeto Mover, que vem estimular os carros não poluentes. Já fizemos isso lá atrás em 2012, fizemos em 2018 e agora estamos ampliando, estamos dando o dobro do incentivo do que foi feito em 2018. Acho que esse é um caminho sem volta, esse compromisso que o Brasil tem, que a humanidade tem com o meio ambiente, e precisamos cada vez mais dar uma vantagem para os carros que não são poluentes", disse.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp