Coronavírus

Prefeito do Rio volta atrás e diz que vai revogar presença de público em estádios

[Prefeito do Rio volta atrás e diz que vai revogar presença de público em estádios]
13 de Janeiro de 2021 às 08:49 Por: Arquivo/Agência Brasil Por: Redação BNews

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), voltou atrás e anunciou que vai revogar a presença de torcedores nos estádios de futebol. Em uma rede social, o gestor municipal afirmou que a medida seria "quase impossível de ser fiscalizada".

"A decisão de liberar os estádios com uma ocupação máxima de 1/10 está correta tecnicamente, de acordo com nossa secretaria de saúde. No entanto, obviamente trata-se de medida quase impossível de ser fiscalizada. A medida será revogada", disse Paes.

A volta dos torcedores às arquibancadas seria com restrição da capacidade e a redução de público dependeria da classificação de risco para Covid-19 da região, divulgada toda sexta-feira pelo município.

Se a região do estádio estivesse em risco moderado, as arquibancadas poderiam receber 20% da capacidade; se o risco estivesse alto, somente 10%; já se for risco muito alto, o público não poderia entrar.

O último boletim, divulgado no dia 8 de janeiro, trazia 18 bairros com risco alto — incluindo o Maracanã. Nessas condições, o estádio, onde normalmente cabem 78 mil pessoas, poderia receber cerca de 8 mil torcedores.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar