Política

Mudanças no secretariado de Bruno Reis devem envolver nomes da Mobilidade e Saúde; veja

[Mudanças no secretariado de Bruno Reis devem envolver nomes da Mobilidade e Saúde; veja]
25 de Novembro de 2020 às 11:14 Por: Vagner Souza/BNews Por: Tamirys Machado

O prefeito eleito de Salvador, Bruno Reis (DEM), fará uma reforma administrativa na gestão, que passa assumir a partir do dia 1⁰ de janeiro de 2021. O BNews apurou com fontes do Thomé de Souza e, ao que tudo indica, as mudanças envolvem pastas importantes como as secretarias de Mobilidade, Saúde, além da Transalvador.

Atual secretário de Saúde, Léo Prates (PDT) deve comandar a Sedur (Desenvolvimento Urbano). Thiago Dantas, que hoje está na secretaria de Gestão, pode migrar para a Sefaz (Fazenda). Já a Semop (Ordem Pública), fica a cargo do MDB indicar um nome. Ainda segundo fontes do BNews, o atual secretário de Mobilidade Urbana, Fábio Mota, deve ir para a Secretaria de Saúde, como cota pessoal do atual prefeito ACM Neto (DEM).

Fabrizio Muller, superintendente da Transalvador, pode mudar para Semob. A pasta da Educação, hoje gerida por Bruno Barral (PSDB), deve ficar com o partido Republicanos, que também deve ocupar outro assento no primeiro escalão.

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar