Política

Após MS dizer ao STF que Bahia não tem seringa, Sesab rebate e revela compra de 19,8 mi de seringas e agulha

[Após MS dizer ao STF que Bahia não tem seringa, Sesab rebate e revela compra de 19,8 mi de seringas e agulha]
14 de Janeiro de 2021 às 07:59 Por: Rodrigo Nunes/MS Por: Redação BNews

Em resposta ao dado fornecido pelo Ministério da Saúde ao Supremo Tribunal Federal (STF), após provocação do ministro Ricardo Lewandowski , a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) esclarece que possui 10,2 milhões de seringas e agulhas em estoque para a vacinação contra o coronavírus (Covid-19).

"O Ministério da Saúde errou ao informar o Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o quantitativo de seringas e agulhas em estoque nos estados brasileiros. O documento elaborado pelo Ministério e endereçado ao ministro Ricardo Lewandowski cita apenas 232 mil seringas na Bahia. No entanto, este quantitativo refere-se a seringa que vem da Índia com trava, 0,05 ml, acompanhando a vacina BCG", afirmou a Sesab, em comunicado enviada à imprensa.

Adicionalmente, explica a Sesab, foram adquiridas 19,8 milhões de seringas e agulhas, com a entrega de 4 milhões nos próximos 15 dias, 4 milhões em fevereiro e o restante nos meses de abril, maio e junho.

A Sesab ressalta que este quantitativo é mais do que suficiente para a imunização dos grupos prioritários da campanha de vacinação e se contrapõe a informação equivocada do Ministério da Saúde enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia mais em:

MS diz que 7 estados não têm seringas suficientes; Bahia está entre eles

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar