Saúde

Começa campanha de atualização da caderneta vacinal

[Começa campanha de atualização da caderneta vacinal]
18 de Agosto de 2012 às 10:16 Por: Roberto Viana | Bocão News Por: Alane Virgínia
O pontapé inicial para a Campanha Nacional de Multivacinação foi dado neste sábado (18), no 9º Centro de Saúde de Salvador, localizado no Nordeste de Amaralina. O projeto tem o objetivo de atualizar as cadernetas vacinais das crianças de 0 a 5 anos ou iniciar a imunização das crianças a partir de 02 meses que não tomaram as vacinas. A campanha segue até o dia 24 de agosto nas Unidades Básicas de Saúde dos municípios baianos.

A abertura da campanha contou com a presença do Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, do Secretário de Saúde do Estado, Jorge Solla, do Governador Jaques Wagner e da Secretária de Saúde do Município, Tatiana Paraíso. Os primeiros pais foram recebidos por um grupo de capoeira que tocava berimbau, e as crianças foram animadas com personagens fantasiados e distribuição de pirulitos.

 

O ministro Padilha ressaltou a importância da campanha e da preocupação dos pais e responsáveis em manter atualizado o calendário de vacinação da criança. "É muito importante  trazer as crianças. Se tiver o cartão de vacinação, melhor ainda. Se não tiver, é necessário trazer a criança ainda assim, que o profissional de saúde irá avaliar cada situação", assinalou.  

A novidade da campanha é a inclusão de duas novas vacinas no calendário básico, a Pentavalente Combinada, que previne contra cinco doenças (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e Haemophilus influenzae tipo B) e a Inativada de Poliomielite (IPV). Antes, a pentavalente era dividida em duas vacinas separadas, a Tetravalente a Hepatite B. Já a nova vacina contra a pólio não mais conterá o vírus vivo e passará a ser injetável.



De acordo com a Coordenadora de Imunização do Estado da Bahia, Maria de Fátima Sá Guirra, somente no primeiro dia de campanha são esperadas 400 crianças no posto do 9º Centro. "A abertura da campanha está sendo muito boa, e a população tem vindo aqui buscar o serviço e tirar dúvidas". Foi o caso da empresária Elane Santos, que esteve no posto para saber como proceder, já que havia perdido o cartão de saúde de seu filho de quatro anos.

"Vim aqui apenas tirar uma dúvida. Meu marido foi assaltado e com ele estava o cartão de nosso filho. Mas já fui instruída por uma profissional do posto a tentar conseguir uma cópia na escola em que ele estuda, pois tive de levar a cópia no ato da matrícula. Depois eu volto aqui com ele, para analisar o cartão", informou.

A meta na Bahia é atualizar a cartela de 850 mil crianças, de acordo com o Governador Jaques Wagner. "Nós já temos um nível de vacinação bem razoável, então  é fundamental que os pais atualizem as cartelas das crianças, para reduzir o risco de transmissão das doenças preveníveis pela vacinação", afirmou. Jorge Solla, Secretário da Saúde da Bahia, completou: "Os resultados das campanhas são muito bons. Já controlamos a epidemia de sarampo no Estado, desde 2009 não registramos casos de rubéola e hoje estamos introduzindo mais duas novas vacinas".    



Vitamina A - Também durante a campanha será ofertada a Vitamina A para crianças a partir de seis meses de idade e que tenha até cinco anos. O suplemento ajuda a reduzir os riscos de morbidades e mortalidade infantil, refletindo, com isso, no pleno desenvolvimento das crianças. A administradora Manuela Cerqueira ficou feliz ao identificar que a caderneta do filho estava em dias e que apenas precisaria da suplementação. "Tenho de manter em dia a cartela de meu filho. Aqui eu descobri que a única pendência dele é a Vitamina A", comemorou.  

CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO



Idade
Vacina Dose
Ao nascer- BCG (tuberculose)
- Hepatite B
Única
2 meses - Pentavalente
- Poliomielite injetável
- Rotavírus
- Pneumocócica 10
Primeira
3 meses- Meningocócica CPrimeira
4 meses - Pentavalente
- Poliomielite injetável
- Rotavírus
- Pneumocócica 10
Segunda
5 meses- Meningocócica CSegunda
6 meses - Pentavalente
- Poliomielite oral
- Pneumocócica 10
Terceira
6 meses a menores de 2 anos- Influenza (gripe)Anual
9 meses - Febre amarela Inicial
12 meses- Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola)
- Pneumocócica 10
Primeira
Reforço
15 meses - Tríplice bacteriana (difteria, coqueluche e tétano)
- Poliomielite oral
- Meningocócica C
Reforço
 
4 anos- Tríplice bacteriana (difteria, coqueluche e tétano)
- Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola)
Reforço
Segunda
Menores de 5 anos - Poliomielite Atualização da vacina
10 anos- Febre amarela atenuadaUma a cada dez anos



Fotos: Roberto Viana | Bocão News
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar