Salvador

Mulher que dirigia carro de luxo furta queijo em delicatessen no bairro de Piatã; assista

Acervo BNews

Episódio aconteceu na manhã desta quinta-feira (29)

Publicado em 29/04/2021, às 23h05    Acervo BNews    Beatriz Araújo

Câmeras de segurança de uma delicatessen localizada na Av. Octávio Mangabeira, no bairro de Piatã, em Salvador, registraram o momento em que uma mulher furtou um queijo dentro do estabelecimento, na manhã desta quinta-feira (29). O vídeo mostra a chegada da suspeita em um carro de luxo e, em seguida, toda a estratégia utilizada por ela durante a ação.

De acordo com o empresário Alexsandro Prazeres, dono da delicatessen, o estabelecimento apresentava pouco movimento, o que facilitou que os funcionários percebessem o que estava acontecendo.

“Ela chegou num Jeep Compass, foi entrando na loja, bem tranquila até. Naquele momento a gente estava com pouco movimento, então os funcionários já bastante atentos, acostumados com essas situações, perceberam a uma suspeita, mexendo na bolsa, mas não tinham certeza”, relatou o empresário ao BNews. 

Ainda de acordo com o do dono da delicatessen Casa do Pão, após realizar o furto, a mulher chegou a ir até o caixa para fazer o pagamento de outros produtos, mas não do queijo. “Eu estava no escritório, um dos funcionários me sinalizou, eu até saí na hora. Ela demonstrou ter ficado um pouco nervosa, mas rodou a loja, pegou algum outro produto, foi no caixa, pagou e foi embora”, conta Alexsandro.

“A gente não chegou a abordar ela porque  como os funcionários apenas tiveram a impressão, e eu ainda não tinha visto as gravações, ficou um receio de gerar um constrangimento, né?!”, acrescentou o empresário.

Segundo Alexsandro, episódios de furto no estabelecimento costumam acontecer com frequência, sobretudo os cometidos por pessoas que, aparentemente, não praticam o crime por necessidade. 

“Isso acontece direto. O que eu percebo muito é que não costumam ser pessoas que fazem por necessidade, mas sim por outras questões. Acontece sempre gente chegar lá de carro, dirigindo e furtar produtos”, concluiu o empresário. 

De acordo com a lei nº 2.848 do Código Penal Brasileiro, furto é descrito como subtração do patrimônio de outra pessoa, sem que haja violência, e pode levar à pena de reclusão de 1 a 4 anos e multa.

Veja vídeo: 

Classificação Indicativa: Livre