Saúde

"Falta de gerência", diz presidente do GGB sobre suspensão de exames de HIV no SUS

Rovena Rosa/Agência Brasil

O teste é essencial para que os especialistas possam definir o tratamento mais adequado para o paciente

Publicado em 08/12/2020, às 22h19    Rovena Rosa/Agência Brasil    Redação BNews

A notícia de que o Ministério da Saúde deixou vencer um contrato e suspendeu exames de genotipagem no Sistema Único de Saúde (SUS) para pessoas que vivem com HIV, Aids e hepatites tem causado indignação. O teste é essencial para que os especialistas possam definir o tratamento mais adequado para o paciente. 

"Os tratamentos atuais são tratamentos amplos, já tratam vários subtipos do vírus da hepatites. A genotipagem é interessante para saber qual é o tipo do vírus,  mas não implica tão diretamente no tratamento. Em relação  ao HIV é preciso seguir a orientação do protocolo de pesquisa. A genotipagem é um exame importante para saber qual é o tipo para seguir a linha de protocolo dos tratamentos", disse o presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB), Marcelo Cerqueira.

De acordo com Cerqueira, deixaram o contrato vencer por 'displicência'. "O Ministério da Saúde está completamente perdido, sem comando. Governo irresponsável, estão deixando as coisas acontecerem por falta de ordem, deixando os contatos vencerem,  deixando os testes perderam a validade por falta de gerência".

Em texto compartilhado através de aplicativo de mensagem, Cerqueira afirmou que vai encaminhar mensagem para o gabinete da Universidade Federal da Bahia (Ufba)  solicitando um posicionamento dos  cientistas do Hospital das Clínicas. "Nosso repúdio a este governo e suas praticas  desrespeitosas e genocidas".

Suspensão do contrato

O contrato com a empresa responsável pela realização dos exames venceu em novembro passado. Um mês antes, em 7 de outubro, o ministério realizou um pregão para buscar nova fornecedora do serviço. Como a empresa vencedora não anexou todos os documentos exigidos, um novo pregão deverá ser realizado. Se houver vencedor no certame, a expectativa é retomar o serviço apenas em janeiro. 

Classificação Indicativa: Livre