Saúde

Presidente interino do Coren-BA faz limpa na equipe e nomeia pessoa ligada a ex-presidente do Cofen em RO

Ascom Coren-BA

Publicado em 29/06/2021, às 18h53    Ascom Coren-BA    João Brandão

O presidente interino do Conselho Regional de Enfermagem na Bahia (Coren-BA), Holmes Filho, horas após a posse já começou a dar sua cara à entidade de classe. Ele foi empossado após o presidente Jimi Medeiros ser afastado pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) por 90 dias para apurar uma denúncia de "rachadinha".

Conforme publicações nesta terça-feira (29), Holmes exonerou diversos nomes da atual gestão, ligados a Jimi, e nomeou, dentre outros nomes, Roberta Lorena Vieira Mageski, ex-assessora do Cofen na gestão de Manoel Néri, como nova gerente do Departamento de Inscrição, Registro e Cadastro. O último emprego de Roberta foi o Coren-RO, onde Neri é o atual presidente. Lá ela atuava como chefe de gabinete.

Em entrevista nesta terça-feira (29) à Rádio Metrópole, Jimi Medeiros disse que ele encaminhou a denúncia de "rachadinha" para o Cofen, para a Polícia Federal e para o Ministério Publico Federal e se disse surpreso com a decisão da autarquia federal de afastá-lo da presidência. “De forma leviana e por vingança a conselheira [tesoureira Rosane Santiago], com seu grupo, me coloca também nesse processo. Denúncia caluniosa dizendo que eu estava participando de um esquema de rachadinha”, afirmou. O gestor, que foi eleito com 53,5% dos votos válidos para o triênio 2021/2023, entrou com um Mandado de Segurança para retonar ao posto.

Classificação Indicativa: Livre