Saúde

Rio Grande do Sul tem explosão de leptospirose após cheias; números assustam

Gilvan Rocha / Agência Brasil
Segundo a Secretaria da Saúde, há registros de 800 casos suspeitos da doença.  |   Bnews - Divulgação Gilvan Rocha / Agência Brasil

Publicado em 25/05/2024, às 10h06 - Atualizado às 10h44   Vitória Oliveira



A leptospirose é uma doença infecciosa transmitida pela urina de ratos. Devido as cheias no estado do Rio Grande do Sul, os riscos de contaminação da doença foram potencializados. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde (SES), até este sábado (25), há registro de 800 casos suspeitos da doença desde o início das enchentes.

Já passam de 163 mortos no estado, vítimas das fortes chuvas.  Segundo a Secretaria de Saúde, quatro pessoas morreram vítimas da leptospirose. As mortes aconteceram nas cidades de Travesseiro, Venâncio Aires, Porto Alegre e Cachoeirinha.

Ainda há quatro óbitos sendo investigados, em Encantado, Sapucaia do Sul, Viamão e Tramandaí.

O Laboratório Central (Lacen) do Rio Grande do Sul que estão realizando os exames para confirmar os casos da doença.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp