Coronavírus

Salvador amanhece com 16 pessoas com Covid-19 aguardando regulação para leitos de tratamento

[Salvador amanhece com 16 pessoas com Covid-19 aguardando regulação para leitos de tratamento]
18 de Dezembro de 2020 às 08:08 Por: Ingrid Anne/Fotos Públicas Por: Nilson Marinho

Os indicadores da Covid-19 apontam aumento de novos infectados em toda a Bahia. Salvador não fica atrás e a procura por leitos exclusivos para o atendimento desses pacientes cresce de forma que preocupa o secretário municipal de Saúde, Leo Prates. Durante entrevista à TV Bahia, nesta sexta-feira (18), o gestor informou que, no início da manhã, 16 pessoas que estavam internadas nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da cidade aguardavam a transferência para os centros de tratamento contra o vírus. 

A taxa de ocupação de leitos clínicos e de UTIs na capital baiana é de 81%. Dos 441 leitos disponíveis, 356 estão ocupados. Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.920 casos de Covid-19, o que representa uma taxa de crescimento de +1,1%.

“Nós estamos reabrindo leitos. Na segunda-feira nós abrimos 26 leitos clínicos no Hospital Salvador, sete no Hospital Santa Isabel e três no Hospital Português, são leitos para aqueles pacientes que não precisam de um respirador, mas precisam de internamento hospitalar. Ontem, fizemos uma reunião de emergência com a Sesab, que tem sido uma grande parceira, e estamos abrindo 10 leitos de UTI no Hospital Salvador, assim como o Estado também deve abrir novos leitos. Na semana que vem, vamos abrir mais, porém, a capacidade de reabertura é finita e a doença está avançando muito rápido”.

“Ontem cheguei a comemorar com a minha equipe porque havia apenas sete pessoas a serem reguladas, mas, hoje, o dia amanheceu com 16 pessoas, o volume e a rapidez de entrada de pacientes nas UPA, desculpa a redundância, está sendo muito veloz”, completou Prates.

Leia também: 

Secretário do Ministério da Saúde pede que estados e municípios não comprem vacinas contra Covid-19 

"Morra quem morrer": Prefeito baiano de frase polêmica é diagnosticado com covid-19 

Jovens não devem receber vacina contra covid-19 antes do 2º semestre de 2021, alerta secretário de Saúde

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar