Coronavírus

Em entrevista a Zé Eduardo, Bruno Reis alerta para o risco de colapso na saúde de Salvador

[Em entrevista a Zé Eduardo, Bruno Reis alerta para o risco de colapso na saúde de Salvador]
22 de Fevereiro de 2021 às 17:53 Por: Reprodução/RecordTV Itapoan Por: Redação BNews

O prefeito Bruno Reis (DEM) alertou nesta segunda-feira (22) para o risco de um colapso na rede pública e privada de saúde de Salvador em função do aumento expessivo no número de casos e na ocupação de leitos de UTI para pacientes com Covid-19 [veja vídeo no final].

Em entrevista ao apresentador Zé Eduardo, no programa Balanço Geral, da RecordTV Itapoan, Bruno também criticou a aglomeração de jovens em festas e em espaços públicos mesmo diante da escalada da pandemia.  

"Os números cresceram muito rápido. Nós estamos falando aqui em dez dias a gente chegar perto de um colapso na saude, que é o que estamos enfrentando nesse momento. Nós temos aí 83% da ocupação dos leitos de UTI, mas quando regularmos os pacientes que estão nas Upas esperando, vamos chegar a quase 100%. Da mesma forma, a rede privada", disse o prefeito.

Nesta segunda, Reis anunciou medidas mais rígidas para conter o avanço da doença, como o fechamento de todas as praias da capital, campos e quadras poliesportivas. Salvador também segue o decreto editado pelo governador Rui Costa (PT) que ampliou o horário do toque de recolher na Bahia para 20h às 5h, e começa a vigorar hoje.
  
"O prefeito vem aqui conversa, o governador vem aqui conversa, a gente prega no deserto, grita, implora, não saia de casa, mas a maior concentração de Covid está justamente nos jovens da periferia, da comunidade. Então, só tem um jeito: não vai por bem, vai por mal. Esses caras não podem proliferar covid do jeito que estão fazendo e a gente já cansou. Eu já cansei de pedir para esses caras ficarem em casa", comentou Zé Eduardo.

"É verdade, o número de jovens [vítimas da doença] aumentando, o que não era uma realidade da primeira onda. Na segunda é diferente, isso confirma que há uma nova variante, um vírus mais agressivo e que tem sintomas mais fortes", acrescentou o prefeito Bruno Reis.

Assista:

 

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar