Saúde

Whey vencido: Polícia civil desarticula quadrilha que adulterava suplementos

Foto de Kelly Sikkema na Unsplash
Quadrilha adulterava suplementos como whey protein, creatina e outros vitamínicos  |   Bnews - Divulgação Foto de Kelly Sikkema na Unsplash

Publicado em 10/06/2024, às 10h46   Cadastrado por Marco Dias



A Polícia Civil do Estado de São Paulo (PCSP) desarticulou uma quadrilha que adulterava suplementos alimentares do tipo whey protein e creatina. Uma matéria exibida no programa ‘Fantástico’, da TV Globo, no último domingo (9), mostrou que cinco suspeitos foram presos sob as acusações de falsificação da data de validade e manipulação dos produtos para disfarçar o vencimento. 

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp

De acordo com as investigações da Polícia Civil, um dos investigados, José Roberto Adriano Ferreira de Assis, o Betão, é dono de uma empresa em São Paulo, investigada pelas adulterações, sendo o principal mentor da quadrilha, vendendo vitaminas, whey protein, creatina e outros suplementos com valores muito abaixo dos praticados pelo mercado. 

A polícia começou a investigar a empresa de Betão devido a suspeitas de fraudes fiscais em vendas presenciais e online, mas acabou descobrindo a prática de crimes contra a saúde pública, com a venda dos produtos fora do prazo de validade. 

Apesar de ter sido preso, por decisão da Justiça, Betão foi solto. Ao Fantástico, a defesa do suspeito afirmou que “os fatos serão esclarecidos nos autos da investigação policial”, e que não houve a adulteração dos produtos. 

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp