Serviços

Servidores da prefeitura podem entrar em greve durante o Carnaval

Segundo presidente do sindicato, prefeitura é 'intrasigente'

Publicado em 29/01/2013, às 08h10        Caroline Gois (twitter: @goiscarol)

Sem Transalvador, sem Guarda Municipal, sem Limpurb e sem atendimento nos postos de saúde. Este pode ser o quadro durante o Carnaval de Salvadordiante de um indicativo de greve que será discutido pelos servidores, na manhã desta terça-feira (29), na sede do Sindicato.

Segundo o presidente Jeiel Soares, em conversa com o Bocão News, já há o indicativo de paralisação a ser iniciada na próxima quarta-feira (6), véspera do Carnaval. "Nós já pedimos 40% de reajuste, mas a prefeitura só quer conceder 6.5%. Enquanto ela continuar intransigente, teremos mais chances de realizar a greve", afirmou Soares.

Ainda de acordo com o sindicalista, outra reivindicação é de 40% sobre o valor na alimentação que, atualmente, é de R$ 30 a cada 12h. "Queremos também melhorias nas condições de trabalho. Amanhã iremos nos reunir e há possibilidade de todos pararem, pois todos estão insatisfeitos", disse.

Nota originalmente publicada às 17h02 do dia 18/01

Classificação Indicativa: Livre