Artigo

A mentira ganha

Imagem A mentira ganha

A mentira se entranhou em tudo, gerando nas pessoas sérias uma desconfiança de essência

Publicado em 04/04/2022, às 10h59        José Medrado

O mundo está cada vez mais mentiroso. A mentira ganha em todos os espectros do comportamento humano. Currículos são adulterados (lembram do candidato a ministro, que não chegou a sê-lo?), promessas irrealizáveis, anúncios vazios, contradições explícitas e negadas. Criou-se o nome de narrativa, mas, em verdade, está se convalidando a mentira sobre a verdade, em todas as relações. Vimos nesses dias a Ucrânia mostrando corpos mortos, valas comuns de enterrados...a Rússia simplesmente disse que não fez nada. E não são só os poderosos de poder que estão institucionalizando a mentira, não. Vi recentemente em um comentário de um encontro na casa de Daniela Mercury, com a presença do ex-presidente Lula, divulgado pela própria cantora,  uma pessoa afirmando que Gedel  Vieira Lima estaria entre os convivas, afirmando inclusive a posição no grupo. Não era verdade. Certamente, indicou até onde estaria para dar força de verdade a sua invenção. Cerca de umas três horas depois, eu receberia uma mensagem com a mesma inverídica informação.

Das questões mais urgentes e graves até as mais triviais e simplórias, descarta-se a verdade e reforça a senhora mentira como parâmetro institucional e de relações. A mentira se entranhou em tudo, gerando nas pessoas sérias uma desconfiança de essência. Degrada-se as práticas éticas, em nome da prevalência do que se quer espalhar, divulgar, atacar. E assim, vamos ver o vereador-youtuber montando, inventando vídeos, encenando...um outro fazendo rifas ilegalmente e afirmando que sabe...nossos amigos de WhatsApp nos mandando mensagens mentirosas para defender seus pontos de vista e seus ídolos; uma mulher suspeita foi presa no Rio de Janeiro acusada de cobrar mais de quatro mil reais por “cirurgia espiritual”. A mentira infeliz e lamentavelmente está ganhando em seus interesses.

Dizem que cedo ou tarde, a verdade prevalece, dizem. Honestamente? Não acredito, principalmente se a internet continuar esta terra sem lei, onde cada um faz a própria, com base em seus interesses e conveniências. É uma degradação verticalizada.

Classificação Indicativa: Livre