Entretenimento

Ex-percussionista de Ivete fala sobre processo e revela sentimento pela cantora

[Ex-percussionista de Ivete fala sobre processo e revela sentimento pela cantora]
15 de Janeiro de 2016 às 14:21 Por: Fotos: reprodução / Facebook Por: Rafael Albuquerque (@bocaonews)0comentários
A cantora Ivete Sangalo e seu ex-percussionista Fabio Carvalho, conhecido como Fabinho O’Brian, celebraram um acordo que pôs fim ao conflito judicial iniciado pelo músico. O entrave durou três anos e terminou em dezembro de 2015, quando as partes chegaram a um acordo cujas cifras não foram reveladas. Os termos acordados também não foram divulgados, pois o processo tramitou em segredo de justiça. O músico concedeu entrevista ao Bocão News e falou mais sobre o conflito judicial, que começou em janeiro de 2013, após Fabio reivindicar o reconhecimento da relação de emprego depois de quase 15 anos de trabalho com a cantora, assim como o acometimento de uma doença ocupacional decorrente do exercício da atividade de percussionista: “Fizemos um acordo, sim”. O’Brian afirmou que o processo correu em segredo de Justiça. Impossibilitado de tocar por conta de uma trombose traumática – e foi esse o motivo do afastamento dele da banda de Ivete, Fabinho continua com outra grande paixão, a composição: “Não posso tocar, mas como compositor posso seguir. Inclusive tenho algumas músicas que foram gravadas por Ivete, entre elas “Faz Tempo”, “Acelera Aê”, “Balançando Diferente” e “Não Me Faça Esperar”. Mas ele também tem canções gravadas por outros artistas, a exemplo de “Fui Fiel”, sucesso na voz de Pablo, “Mandou Bem”, de Jota Quest, e “Favela”, do Parangolé. Mesmo diante dessa mudança radical em sua vida profissional e artística, Fabinho O’Brian foi enfático em elogiar a ex-patroa: “Mágoa? Nada de mágoa. Adoro e tenho até saudade”.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas