BNews Agro

Maior e mais tecnológica, Bahia Farm Show 2022 deve gerar cerca de 7 mil empregos na região oeste da Bahia

Divulgação/Bahia Farm Show

Bahia Farm Show será realizada de 31 de maio a 4 de junho, em Luís Eduardo Magalhães

Publicado em 12/05/2022, às 11h36    Divulgação/Bahia Farm Show    Diego Vieira

Pela primeira vez, a Bahia Farm Show esgotou a disponibilidade de espaços comercializados com três meses de antecedência para realização do evento. Considerada o maior encontro de tecnologia agrícola e negócios do Norte e Nordeste, a feira será realizada de 31 de maio a 4 de junho, em Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, e deve gerar aproximadamente 7 mil empregos diretos e indiretos para a região.

De acordo com o diretor-executivo da Bahia Farm Show, Alan Fabricio Malinski, em virtude da alta procura para edição deste ano, o espaço do parque em que a feira é realizada foi ampliado em 30% e a estrutura ganhou sete novas ilhas. A área construída passou dos 144 mil m² para 190 mil m².

“A procura foi grande, tanto é que pela primeira vez com três meses de antecedência nós esgotamos todo o parque. Então a expectativa é muito positiva. A gente ver também a procura por produtores. Todo mundo querendo saber um pouco mais da feira. Nossa intenção é deixar o ambiente mais propício para realização de negócios, tanto para o produtor quanto para o expositor”, afirmou o diretor acrescentando ainda os impactos causados para o agronegócio baiano com a suspensão do evento por dois anos consecutivos em razão da pandemia.

A feira é uma excelente oportunidade de transferência de tecnologia onde o pequeno e médio produtor tem a oportunidade de conhecer o que está vindo para o campo, ou seja, existe grandes oportunidades de negócios e a não realização da feira acaba evitando que novos negócios sejam realizados”.

Matérias relacionadas:

Ainda segundo o diretor-executivo, quem visitou a última edição da feira, em 2019, e pretende retornar neste ano, vai se deparar com um espaço muito mais moderno em tecnologia. Os visitantes poderão conferir exibições de vídeos em tecnologia 3D, salas de cinema, jogos virtuais voltados ao mundo agro, campos experimentais, palestras, treinamentos e workshops

“Neste ano, o nosso foco é a tecnologia. Vamos deixar a feira muito mais tecnológica. Vamos ter ingressos que poderão ser comprados online, toda a feira terá internet de cabeamento. Além disso, vamos ter monitoramento em todo o evento por câmeras de identificação facial para levar segurança aos nossos visitantes”, explicou Malinski.

Uma das novidades reservadas para a 16ª edição da feira será a Praça do Museu, criada como forma de homenagear os pioneiros da agricultura do Oeste da Bahia. O espaço contará com exposição de máquinas agrícolas utilizadas nas primeiras lavouras da região e também, veículos antigos

Teremos empresas de todos os ramos desde máquinas, defensivos, fertilizantes, drones, startups, ou seja, uma diversidade muito grande de setores. Teremos também um museu onde teremos várias maquinas que foram percussoras do agronegócio na região”.

Nos cinco dias do evento agrícola de 2019, foi contabilizado a visita de cerca de 70 mil visitantes e um montante superior a R$ 1,9 bilhão em volume de negócios, assumindo a segunda posição de vendas por visitantes no Brasil, em eventos de agronegócio. Os números, segundo Malinski, devem ser superados na edição deste ano.

“Levando em consideração o aumento do espaço do parque em 30%, o aumento do número de expositores, de 260 para mais de 360, a presença de 1.200 marcas, nossa expectativa é superar os números da última feira tanto em negócios quanto em público. Ainda não fizemos a contabilização disso, mas acreditamos que vamos superar bem esses números”, diz.

Ainda segundo Alan Fabricio Malinski, a feira a movimenta a economia de toda a região oeste, principal produtora de grãos no estado.

“Não só Luís Eduardo Magalhães, mas Barreiras que fica a 90 quilômetros, já não tem hoje mais disponibilidade de hotel. O ganho é para toda região. Entre empregos diretos e indiretos passam de 7 mil que serão gerados durante a feira. A Bahia Farm Show acaba movimentando toda a economia da região de uma forma geral”, explica.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre