BNews Folia

Vendedores ambulantes falam sobre expectativa de venda para o Carnaval

Bocão News foi até o circuito para ouvir os trabalhadores

Publicado em 22/02/2017, às 22h39    Gilberto Jr. / Bocão News    Brenda Ferreira

Primeira noite oficial do Carrnaval de Salvador, o Bocão News foi ao circuito Dodô (Barra/Ondina) para ouvir vendedores ambulantes sobre suas expectativas de venda para esta quarta-feira (22) e para os próximos seis dias de festa. 
Nesta noite, segundo a maioria dos entrevistados, o movimento foi fraco mas a expectativa é grande. "Por hoje ser o meu 

primeiro dia aqui esse ano, ainda não vendi muito. Mas estou muito animada e empolgada. Que venham os turistas e todo mundo de Salvador", contou Claudiceia Oliveira. 
Já Manuele Carvalho diz estar insatisfeita com as vendas e segundo ela, por um problema que afeta vários outros vendedores. "Pagamos licença e tem muita gente aqui hoje que não a tem e trabalham normalmente. Isso é injusto. Esses vendem na nossa frente e no final das contas não vendemos nada", declarou a vendedora que está no circuito Dodô desde a semana passada, mas espera bons negócios.
Questionado sobre vendedores que trabalham sem licença nos circuitos, Robson de Jesus não hesitou em expressar sua opinião "Todos precisam trabalhar. Infelizmente ou felizmente tiveram aqueles que não puderam pagar a licença, mas pelo menos vão conseguir trabalhar e alcançar um objetivo", relatou. 
Apesar de defender outros vendedores, Robson aproveitou a oportunidade para falar sobre a dificuldade do acesso à mercadorias. "Eu e várias pessoas tivemos contratempos para pegar água porque não tem o suficiente para todo mundo. Espero que nos próximos dias isso melhore".
Lucimeire Freitas disse que apesar de ter muitos ambulantes, acredita que esse vai ser um carnaval tranquilo para todos.

Classificação Indicativa: Livre