BNews Folia

Ausência de Pitty no Palco do Rock teria sido por falta de incentivo do Governo do Estado

Reprodução / Instagram

Por outro lado, segundo a produtora Sandra de Cássia, a prefeitura ofereceu o apoio de mais da metade do cachê

Publicado em 19/02/2020, às 11h34    Reprodução / Instagram    Tiago Di Araujo

A expectativa de ter o principal nome do rock baiano na atualidade, a cantora Pitty, como uma das atrações do Palco do Rock, foi frustrada pela falta de apoio do Governo do Estado. É o que afirmou a produtora Sandra de Cássia ao justificar a ausência da artista na programação, que acontece entre os dias 22 e 25 de fevereiro, na praia de Piatã.

Em entrevista ao Metro1, a produtora afirmou que não conseguiu obter totalidade dos recursos para contratação, mesmo o cachê sendo ofertado abaixo do normal. "A gente teve uma proposta que a gente considera demanda espontânea, que partiu da Pitty, e ela colocou um valor bastante interessante, de menos de R$ 100 mil. Infelizmente o nosso poder público não contribuiu pra que a gente conseguisse finalizar a negociação. Estamos deixando isso aí para o ano que vem", declarou.

Segundo Sandra, nem mesmo o apoio de R$ 50 mil oferecido pelo secretário municipal de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, ajudou para que a negociação fosse finalizada, isso porque não recebeu retorno positivo do governo do Estado. "Não queremos nos tornar ainda mais persona non grata, não queremos criar polêmica com o Estado e a prefeitura, mas está aí a realidade pra quem quiser observar, do tratamento dos órgãos da cultura em relação ao rock da nossa cidade".

Sem conseguir fechar a contratação, a produtora esclareceu que a verba disponibilizada pela prefeitura não será utilizada. Esse valor só nos serviria caso a gente conseguisse a demanda restante".

A reportagem do BNews entrou em contato com a Secretaria de Cultura do Estado, que afirmou ainda não ter emitido posicionamento sobre o assunto.

Programação
Apesar da ausência de grandes estrelas, o Palco do Rock, que completa 26 anos de realização, deverá receber mais de 20 atrações ao longo dos quatro dias. Entre os nomes já confirmados, há artistas de Salvador, Camaçari, Feira de Santana, Vitória da Conquista e de outros estados, como Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Paraíba, Alagoas e Sergipe.

Confira as bandas já anunciadas:
Covel (Camaçari-BA)
Agrestia
Maw
Estado Positivo (Feira de Santana-BA)
Aztlán
Horda
Guga Canibal e Os Nervosos
Madame Rivera
Maldita (Rio de Janeiro-RJ)
Drearylands
The Cross
Ode Insone (João Pessoa-PB)
Marília Gabriela (São Paulo -SP)
The Renegades of Poisonville (Maceió-AL)
Issos (Rio de Janeiro-RJ)
Hexen Sabbat (Rio de Janeiro-RJ)
Marcello Marcelino (Brasília-DF)
Cruz da Donzela (Aracaju-SE)
Dona Iracema (Vitória da Conquista-BA)
Electric Poison

Classificação Indicativa: Livre