BNews Pet

Milhares de pessoas se voluntariam a adotar hamsters após anúncio de abate dos animais em Hong Kong

Pixabay

Hamsters seriam abatidos após infecção por coronavírus

Publicado em 27/01/2022, às 20h52    Pixabay    Redação BNews

Milhares de pessoas se ofereceram para adotar hamsters indesejados depois que muitos tutores, com medo, ameaçaram abandonar seus animais em Hong Kong. O fato aconteceu após o governo anunciar que iria abater 2 mil roedores por causa de uma infecção em um pet shop local.

Apesar de não ter nenhuma evidência de que os animais desempenhem um papel importante no contágio humano com o coronavírus, o governo de Hong Kong, que adota uma política de tolerância zero para a Covid-19, não descartou a possibilidade e afirmou que não pode arriscar.

Leia Mais:

Vídeo: Mulheres abandonam cães em via pública e Polícia Civil investiga caso
Vídeo: Mulher entra em "piscinão" para salvar cãozinho que se afogava
Mulher é indiciada por maus tratos após atropelar cachorro e não prestar socorro; veja vídeo

Após o anúncio, profissionais de saúde foram vistos saindo de pet shops carregando sacolas plásticas vermelhas em suas vans. Além disso, cerca de 150 clientes do pet shop foram colocados em quarentena.

Muitos tutores foram vistos entregando seus animais em uma instalação do governo nos Novos Territórios, segundo a emissora pública RTHK. Rapidamente, grupos em redes sociais se formaram para identificar esses tutores, visando pedir a guarda desses roedores.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre