Cidades

Amigos e parentes de funcionário da Lobeck protestam no aeroporto de Salvador

Em acidente, Edmilson Capistrano teve a cabeça ferida e chegou a perder massa encefálica; vítima segue internada no HGE apesar de ter plano de saúde

Publicado em 07/07/2015, às 09h25    Leitor do Bocão News    Redação Bocão News

Na madrugada desta terça-feira (7), amigos e parentes do técnico em mecânica, Edmilson Capistrano, de 50 anos, funcionário da Lobeck Automação e Serviços, empresa terceirizada da Infraero que atua no Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães, em Salvador, fizeram uma manifestação contra a falta de assistência ao trabalhador. A Lobeck é responsável pela manutenção mecânica e elétrica de esteiras de check-in e de transporte de bagagem do aeroporto.
Em junho deste ano, Edmilson Capistrano iria fazer um serviço de borracharia no pneu de um equipamento, quando a tampa do pneu estourou, ferindo a cabeça do trabalhador. De acordo com colegas, ele chegou a perder massa encefálica. A vítima segue internada no Hospital Geral do Estado (HGE), apesar de ter plano de saúde.
O Ministério Público do Trabalho (MPT) na Bahia abriu inquérito no dia 15 de junho para apurar as condições de segurança do trabalho nas operações da Lobeck. Somente após receber laudos do Departamento de Polícia Técnica, Corpo de Bombeiros, Infraero e, principalmente da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), o procurador designado vai apurar o caso e decidirá se convocará a empresa e testemunhas para instruir o inquérito.
Segundo informações preliminares apuradas no local do acidente, os trabalhadores da terceirizada denunciam situações graves, como desvio de função, treinamento ineficiente, falta de fornecimento de equipamentos de proteção individual e coletiva. Após o acidente, os funcionários teriam paralisado as atividades em protesto contra as condições de segurança no local..

Classificação Indicativa: Livre