Coronavírus

Prefeitura de Vitória da Conquista volta atrás e decide obedecer ampliação de toque de recolher

Reprodução/Instagram

Vice-prefeita disse que cidade vai seguir o decreto, mas que na sexta-feira (26) vai reavaliar a situação

Publicado em 22/02/2021, às 16h50    Reprodução/Instagram    Redação BNews

Após a prefeitura de Vitória da Conquista anunciar nas redes sociais que não iria adotar a ampliação do decreto determinado pelo Governo do Estado, a vice-prefeita, Sheila Lemos, que está no exercício da prefeitura desde que o gestor municipal foi internado com Covid-19, voltou atrás e disse que cidade vai seguir o decreto, mas que na sexta-feira (26) vai reavaliar a situação. A determinação do estado é até domingo (28).

O decreto foi ampliado depois que a Bahia atingiu 80% de ocupação de leitos de UTI e ele prevê restrição de circulação das 20h às 5h, também aumentou o número de cidades que terão que respeitar a determinação, passou de 343 para 381. 

Nesta segunda-feira (22), Vitória da Conquista registrou 94% de taxa de ocupação tanto nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para adultos, quanto nos pediátricos, segundo a Central Integrada de Comando e Controle da Saúde.

Classificação Indicativa: Livre