Coronavírus

Queiroga diz que é contra multa e obrigatoriedade do uso da máscara

Walterson Rosa/MS

Declaração foi dada ao canal bolsonarista Terça Livre

Publicado em 19/08/2021, às 10h32    Walterson Rosa/MS    Redação Bnews

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, aproveitou a entrevista ao canal bolsonarista Terça Livre para deixar claro que é contra a obrigatoriedade do uso da máscara facial, disse ainda que não aceita aplicação de multas para aqueles que não usam a proteção contra a Covid-19, mesmo que cientistas afirmem que essa é uma das formas mais eficazes para barrar a contaminação do vírus. (veja vídeo abaixo)

“Nós somos contra essa questão de obrigatoriedade (do uso de máscara). O Brasil é um país que tem muitas leis e que as pessoas, infelizmente, não as observam. O uso da máscara tem de ser um ato de conscientização”, disse Queiroga.

“Não têm sentido essas multas (contra quem não usa a máscara). Não se pode criar uma ‘indústria de multa’. Imagina! Estão multando as pessoas porque não estão com máscara. Se está precisando fazer isso, é porque não estamos sendo eficientes em conscientizar a população sobre o uso desse equipamento de proteção individual”, acrescentou. 

O incentivo ao não uso da máscara não é uma novidade no governo do qual o ministro faz parte. O próprio presidente é visto sem a proteção durante aglomerações. Em um evento, chegou a arrancar a máscara de uma criança, o que gerou polêmica.

Matérias relacionadas:

Ministro do STF determina que Saúde assegure repasse de vacina contra covid-19 para São Paulo

Ministério da Saúde muda distribuição de vacinas e vai priorizar estados atrasados na imunização

Ação contra governo Bolsonaro por distribuição de doses será apresentada ao STF nesta quinta, diz Rui

Classificação Indicativa: Livre